Fit6


13 de Maio de 2020

Alimentos congelados podem ser utilizados no programa FIT6?

Alimentos congelados podem ser utilizados no programa FIT6?

O ritmo acelerado em que vivemos, pode limitar muitas vezes a compra e disponibilidade de alimentos frescos nas nossas casas. Então porque não recorrer ao uso alimentos congelados?

Com inúmeras vantagens, estes podem ser uma solução prática e saudável, para as refeições do seu dia-a-dia.

Vantagens de consumir alimentos congelados

Sabia que os alimentos frescos, nomeadamente fruta e legumes, muitas vezes são colhidos antes de amadurecem? O tempo desde a colheita até ser consumido leva vários dias, levando a que estes alimentos percam nutrientes.

No entanto, os alimentos para congelação são colhidos maduros e congelados poucas horas após a sua colheita. Isto permite conservar grande parte do valor nutricional do alimento!

O processo de congelação não afeta o valor calórico, proteico, de gordura, hidratos de carbono, fibras ou minerais. Podem, no entanto, ocorrer alterações na quantidade de água e no teor de algumas vitaminas, como a vitamina C, mais sensíveis a variações de temperatura.

A congelação permite aumentar a durabilidade do alimento (tempo de conservação), reduzir o desperdício alimentar (provocado por deterioração de alimentos frescos), o que também lhe permite poupar dinheiro!

Que alimentos podem ou não ser congelados?

A grande maioria dos alimentos podem ser congelados. Alguns alimentos onde a congelação não deve ser usada são: ovos com casca, fruta e verduras para consumo a cru, iogurtes, queijos cremosos (por exemplo, o queijo quark), produtos enlatados ou produtos com textura tipo pudim/mousse.

Como deve ser feita a congelação dos alimentos?

Para ser seguro e haver menos perdas nutricionais e sensoriais, a congelação deve ser rápida. Os alimentos congelados devem ser preferenciais à congelação caseira. Esta é feita com baixas temperaturas e num menor espaço de tempo.

A congelação é um processo de conservação de alimentos, com temperaturas abaixo dos -18ºC. Nesta temperatura, em conjunto com a congelação da água do alimento, a proliferação de microrganismos (enzimas, bactérias, fungos) é travada.

No entanto, convém lembrar que estes agentes voltam a entrar em atividade, assim que o produto começa a ser descongelado! Sempre que possível, confecione diretamente os alimentos na forma congelada, evita maiores riscos.

Para quando compra os alimentos frescos e pretender realizar a congelação em casa, deixamos alguns conselhos de como o fazer de forma correta:

  1. Lave os alimentos antes de congelar, de forma a reduzir a proliferação de bactérias durante a descongelação.
  2. Corte os alimentos, facilitando a preparação e confeção de refeições.
  3. Mantenha os alimentos refrigerados até serem congelados.
  4. Em produtos embalados, retire da embalagem e coloque em sacos próprios para congelação. Retire todo o ar e vede bem o saco.
  5. Coloque etiquetas para facilitar a identificação do conteúdo das embalagens. Pode também colocar a data de congelação para controlar o prazo do mesmo.
  6. Nunca coloque alimentos a congelar sem estarem devidamente embalados: o gelo provoca queimaduras que alterarão as suas caraterísticas organoléticas e o valor nutricional do alimento.
  7. Não volte a congelar um alimento que foi descongelado! Lembre-se que o risco de proliferação de bactérias durante a descongelação aumenta.

Apesar da congelação prolongar a durabilidade do alimento, este deve ser consumido num prazo indicado, onde as suas qualidades sensoriais e nutricionais não sofrem grandes alterações. Veja então os prazos de congelação recomendados:

  • Pão, bolos, panquecas, Marisco: 3 meses
  • Carne de porco, Peixe, Manteiga e ovos: 6 meses
  • Carne de aves, carne de vaca, fruta e legumes: 12 meses

Como deve ser feita a descongelação de alimentos congelados?

  • Sempre realizada em refrigeração, no frigorífico. Nunca à temperatura ambiente, pois a proliferação de microrganismos é maior neste intervalo de temperaturas (entre 5ºC e 60ºC).
  • Não deve exceder as 72h. Idealmente deve ser feita durante 24h.

Como escolher produtos congelados no mercado?

Ao comprar produtos alimentares já congelados, deve ter atenção na leitura de rótulos! Consulte sempre a lista de ingredientes do produto antes de o comprar:

  •  Escolha legumes e fruta simples
  •  Sem adição de açúcar ou gorduras
  •  Sem conservantes ou aditivos

Numa alimentação saudável, como a praticada no FIT6, podem estar incluídos alimentos congelados sim, desde que estes respeitem as regras e estejam dentro dos alimentos permitidos no programa de perda de peso.