Fit6


12 de Agosto de 2019

Gordura saturada é má?

Gordura saturada é má?

Há anos que a gordura saturada é a má da fita. O seu consumo é associado a um maior risco de problemas cardíacos. Mas, será mesmo assim?

Primeiro vamos entender o que é gordura saturada. Gordura saturada, fugindo às estruturas químicas, apresenta-se sólida à temperatura ambiente. É, maioritariamente, de origem animal, mas não exclusivamente. Por exemplo, o óleo de côco e o abacate são fontes de gordura saturada.

Analisar isoladamente a ingestão e o efeito da gordura saturada, traduz-se num erro de leitura de resultados. É preciso analisar todo o quadro: estilo de vida, hábitos de atividade física e alimentares.

Quando se faz uma análise completa, não se pode afirmar que a gordura saturada é prejudicial. O que muda de figura, quando esta gordura é transformada e aplicada em produtos processados, como por exemplo as bolachas.

Aqui, não estamos perante gorduras saturadas, mas sim gorduras transformadas.

Estas, usualmente, estão ainda associadas a açúcar refinado e farinhas refinadas, ou seja, a bomba que não precisamos nas nossas vidas.

Para perda de peso, a gordura saturada encontrada naturalmente nos alimentos, tem algum interesse. O meu conselho passa por moderar o consumo. Retirar as gorduras visíveis da carne, é uma das dicas mais importantes. Muitas vezes encontra-se aqui em grande quantidade e é fácil de retirar.

Qual o efeito da gordura num processo de perda de peso?

Sabemos que a gordura é uma fonte de calorias. É o nutriente com mais densidade energética. 1 grama de gordura, apresenta 9 kcal. No entanto, como temos vindo a explicar, as calorias não são todas iguais. A forma como as utilizamos metabolicamente é diferente e a capacidade pro inflamatória dos alimentos que as contêm também.

Assim, considero que é útil porque retarda o esvaziamento gástrico. Ou seja, demoramos mais tempo a sentir fome.

Devo também relembrar, que dá sabor e textura à sua alimentação. Por exemplo, os laticínios meio gordo ou gordo, são mais naturais do que os magros, mais saborosos, com melhor textura e dão mais saciedade.

Porque motivo devemos ter medo das gorduras saturadas? Não devemos!!! Desde que seja com moderação e escolhidas de forma inteligente.

 BOAS DIETAS… Com sabor!